Cinema

As Brumas de Avalon – O Filme

Se existe um drama épico do qual eu não me canso de assistir este sem dúvidas é um dele. As Brumas de Avalon – 2001- (The Mists of Avalon) é uma adaptação cinematográfica de uma série de livros homônimos. Além de ser uma excelente adaptação, o filme consegue condensar em 183 minutos quatro volumes da história que narra a trajetória de uma lenda da Bretanha, o Rei Arthur e sua Távola Redonda.

Cercada de magia e mistério a história vai contando de um ponto de vista nada ortodoxo e muito menos romântico, como estamos acostumados a ler em livros de histórias infantis, a ascensão e queda de um dos que seriam o maior rei que o Reino Unido já viu. The Mists of Avalon é uma história densa e pesada que aborda as temáticas mais hediondas já orquestradas pela humanidade com a finalidade de se conquistar o poder. Incesto, traição, fratricídio e conspirações são alguns dos elementos que narram as aventuras de Morgana (Juliana Margulies) e seu irmão mais novo o Rei Arthur (Edward Atterton). Distante de qualquer narrativa de um conto de fadas, o filme nos mostra a verdadeira face de personagens míticos, tais como a Rainha do Lago (Angelica Huston) e o famoso Mago Merlin (Michael Byrne) que ao contrário do que sabemos, estão interessados apenas em manter viva o equilíbrio das tradições e a crença pela Grande Mãe, mesmo que isto custe a ruína de um reino completo.

The Mists of Avalon

avalon2
avalon3
avalon4
avalon6
avalon5
avalon7

Em certos momentos dos acontecimentos me causam muito, mas muito incômodo, mas após assistir o filme algumas vezes com um olhar mais crítico, pude perceber que esta não é nada mais do que uma herança cruel do que vivemos até nos dias de hoje. No entanto, se existe uma mensagem positiva e esperançosa em meio à tanta desgraça neste filme é de que no fim das contas, apesar de toda dor, guerras e sofrimento estamos condicionados a nos unir em prol de um bem maior que é a sobrevivência e estamos dispostos a abrir mão de orgulho e da ganância por ela.

Como disse no início deste texto, As Brumas de Avalon é um drama épico de produção impecável que merece receber as melhores críticas, não apenas pelas excelentes atuações de um cast de atores fenomenais, mas pelo figurino impecável e roteiro extremamente sensível. A direção de arte e fotografia então nem se fala. Para mim a grande competência deste filme está na reunião das principais lendas inglesas e amarrando-as num enredo tão profundo como este. Acho que nem preciso dizer que recomendo este filme e a série de livros, porque o texto em si é minha opinião sobre tudo o que achei. Espero que gostem do filme assim como eu e deixem comentários contando também o que acharam.

Jornalista, mineira de Belo Horizonte, 30 anos e apaixonada por cinema, livros, música e fotografia. Não sou de muita conversa, pois prefiro me expressar através de textos. Nascida na era da internet, blogo desde 2008. Para saber mais sobre minha história clique em Autora.

You Might Also Like

Deixe uma resposta