Fios de Nylon |

Perder o medo pode ser libertador

Quando digo que perder o medo pode ser libertador é porque sou dessas que acreditam que o medo é um dos instintos de sobrevivência que temos por natureza. Só que em alguns momentos de nossa vida esse medo acaba nos atrapalhando a viver certas experiências que servirão de aprendizado e crescimento, porque às vezes ficamos com tanto medo de determinadas coisas que acabamos desistindo de vive-la e assim perdendo uma grande oportunidade.

Cheguei a esta conclusão recentemente e por um motivo que talvez alguns achem bastante fútil. Estava eu certo dia mexendo nos meus cabelos e acabei arrancando alguns fios brancos e fico pensando nas mulheres (sim porque este ainda é um medo muito comum entre a maioria das mulheres) que se descabelam, literalmente, por conta de cabelos brancos. Se preocupam em pintar porque de alguma forma acreditam que o cabelo branco as desqualificam, envelhecem ou as deixam com aspecto de doentes.

Alguns meses atrás eu estava com essa neura, de que como assim antes dos 30 eu ja ter cabelo grisalho? Não, não pode e tenho que dar um jeito. Mas ai depois dando uma pesquisada nessa maravilha chamada internet, o meu medo passou, simples assim. Isso porque fiquei vendo fotografias de personalidades que envelheceram e assumiram suas características. Sim porque cabelo branco é uma característica e não um defeito. A minha celeb do momento que tem me encantado é nada mais e nada menos que Iris Apfel. Esta mulher pra mim desconstrói tudo o que criamos durante anos acerca do que é o padrão social de beleza.

Foi ai que descobri que meus poucos fios brancos já não me assustam mais, entendi que sim, o tempo chega para todo mundo e não há botox, tintura ou plástica que vá dizer e mostrar o contrário. Podemos encontrar e ter a beleza em qualquer época de nossas vidas, basta que tenhamos disposição e coragem para aceitar estas mudanças.

Jornalista, mineira de Belo Horizonte, 31 anos e apaixonada por cinema, livros, música e fotografia. Não sou de muita conversa, pois prefiro me expressar através de textos. Nascida na era da internet, blogo desde 2008. Para saber mais sobre minha história clique em Autora.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: