Fios de Nylon

Vou dar um tempo de mim

Sabe aqueles dias que você acorda de saco cheio de tudo, inclusive de você mesma? Pois é, hoje é um desses dias. Na noite passada tive um sonho estranho, em que pessoas desconhecidas vinham me falar sobre todo o tipo de assunto, mas sempre com o propósito de falarem como devo fazer as coisas. Tudo bem não fazer o menor sentido isto que acabo de dizer, mas os sonhos não são assim? Sem pé nem cabeça na maioria das vezes? Isto só serviu para me deixar ainda mais cansada de tudo o que acontece em minha volta.

Quando digo que estou cansada de mim, quero dizer que não aguento mais fazer as coisas conforme são esperadas. Sim, há dias em que eu definitivamente tenho uma vontade louca de sair por ai sem dar satisfação a ninguém, comer todas as besteiras que tenho vontade e sem medo de ser julgada ou mesmo de não fazer nada disso, apenas ficar encolhida na cama de pijamas lendo um livro. São nestes momentos que costumo parar e refletir sobre a vida, as coisas que conquistei e as que ainda almejo. São nestes momentos em que costumo traçar um rumo para minha vida e planejar as metas do futuro.

Então, antes que alguém pense ou me pergunte, não, isto não é uma coisa ruim. Pelo menos não do meu ponto de vista. Melhor ter este tempo ocioso para você colocar os pensamentos e sua vida em ordem do que tomar decisões difíceis e que mudarão para sempre sua vida drasticamente de supetão. Por isso, se dê um tempo de vez em quando, pare para analisar friamente sua situação, as coisas que lhe incomodam e planejar novas metas para sua vida. Porque antes de sair faxinando a casa, primeiro você deve arrumar as mobílias e jogar fora tudo o que já não faz parte da sua história, certo? Então vamos nos dar um tempo e pensar melhor nas coisas com a cabeça mais fresquinha!

Deixe uma resposta