Nem tudo precisa estar sob o seu controle emocional

Nem tudo precisa estar sob o seu controle emocional

Outro dia estava conversando com uma amiga sobre certos comportamentos das pessoas que me irritam profundamente. Comportamento como falta de educação, noção e desrespeito. Num episódio besta na internet, coincidindo com um dia ruim, uma pessoa veio no chat do meu tumblr falar uma bobagem qualquer sem muita importância. E foi neste momento que percebi que havia algo de muito errado com o meu controle emocional.

No entanto, fiquei completamente histérica com a situação numa proporção que não condizia com o ocorrido. Sem mais palavras fui direta ao ponto e ao mesmo tempo bastante rude. A garota foi invasiva e indelicada, mas nada justificava meu temperamento naquele momento. O que eu podia ter feito? Ficado na minha e apenas ignorado a pessoa. Então percebi que são nestes momentos em que devemos aprender a nos controlar e a manter o controle de nossas ações.

Equilíbrio e controle emocional

Às vezes me falta esse equilíbrio que pessoas espiritualizadas têm em situações extremamente difíceis. Porém eu aprendi com este episódio? Não devo ficar sofrendo ou perdendo o  meu controle emocional com situações que não estão ao meu alcance. Era justamente sobre isso que eu e minha amiga falamos por muito tempo. A dificuldade de aceitar que nem tudo está sob nosso controle é que causa todo esse sofrimento. Ela mesma me disse inúmeras vezes que, de que adianta se estressar por algo que não cabe a você resolver?

O controle emocional ou equilíbrio mental, nem sempre fazem sentido quando temos de dosá-los. Muitas vezes acomete de muito sofrimento quando temos que colocar os pratos da balança em igualdade. Aprendi isso na prática que, todo aprendizado vem com uma certa dor de brinde.

O aprendizado

Nossa educação, comportamento e compreensão de mundo fazem parte de aprendizados que adquirimos com o tempo, não tem jeito, só vivendo e experimentando mesmo para aprendermos as coisas. Estou começando a perceber isto e a lidar melhor com as coisas, sofrer menos quando as coisas não saem como o planejado, se algo sai do meu controle sei que fiz de todo possível para resolve-lo, que a culpa não é minha e que tudo irá se resolver, cedo ou tarde.

Contudo, isto me faz pensar melhor nas atitudes que devo tomar e não esquento mais tanto a cabeça. Isto tem me tornado uma pessoa mais leve e feliz. Gostaria de compartilhar esta experiência com você que está passando pelo mesmo processo que eu. Tudo bem se as coisas sairem do seu controle, isso faz parte do processo!

Share

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: