6 on 6 – Junho 2017

6 on 6 ou 3 on 3 são aqueles tipos de posts que eu amo fazer, apesar de não te-los realizado com a freqüência que gostaria aqui no blog, pois reune em um só lugar tudo o que mais amo: fotografia e coisas inspiradoras que fazem do meu dia algo melhor e mais leve. Para esta edição especial, do qual fui desafiada pelas meninas do Projeto Vai um Café em postar aqui seis “Objetos favoritos da minha casa”. Como o meu universo particular se restringe ao meu quarto, QG oficial do Fios de Nylon, selecionei meus objetos mais importantes e que significam muito pra mim que são:

 ♦ Souvenir do Rio de Janeiro

 

A imagem que usei de destaque é um souvenir desses comuns que compramos em viagens, do tipo bem comum mesmo sabe? Para mim este souvenir é muito mais que um adereço de viagem. Ele me lembra, toda vez que o olho, uma superação importante de eu fazer as minhas malas e viajar SOZINHA para um destino. Pode parecer bobo para muitos, mas até aquele momento eu sequer conseguia ir sozinha ao centro de BH sem ser tomada pelo pavor de ficar perdida por lá e não conseguir voltar pra casa, porque nem pedir informação eu conseguia pedir. Ir para o Rio sozinha e ficar lá  por conta própria foi meu maior desafio que ocorreu em 2015. Foi lindo!

♢ Florzinha

 

Um dos meus desenhos animados favoritos, As Meninas Super Poderosas, a Florzinha  sem dúvidas é a minha favorita. Com um estilo meio a meio das outras duas irmãs (um pouco rebelde, agressiva e doce ao mesmo tempo) sua personalidade refletia muito a minha na época de criança e ainda um pouco até hoje. Além dela ser a ruivinha mais fofa e simpática de todos os desenhos animados.

♦ Torre Eiffel

 

Mas nem todos os objetos têm uma história tão excepcional assim. Este por um lado representa a minha meta de vida que é ir a Paris e fazer um roteiro voltado exclusivamente à cultura: cafés, livrarias e museus. Um dia chego lá, com certeza.

  ♦ Bibelô de porcelana

 

Este bibelô eu só consegui pique infernizei tanto minha mãe para me dá-lo, que a acabei vencendo pelo cansaço. Mas ele além de ser um ótimo apoio de fotografia, serve para guardar minhas joias de verdade: um anel de ouro que ganhei com 15 anos e um anel de ouro branco que também importunei minha mãe para me “emprestá-lo” por tempo indefinido. Vocês entenderam o sentido de tudo isso né?

Mini livros Peanuts

 

Meu quarto costuma ser uma bagunça bem organizada, de tal forma que eu me encontro nela. Os mini livros The Peanuts Philosophers agora cumpre o papel de decoração em uma de minhas pilhas de livros que ficam espalhadas pelo quarto (já que estante para armazena-los não existe ainda). É o meu xodó estes livrinhos, já que sou uma entusiasta do Snoopy e sua turma.

Bailarina Flamenca

 

Esta é La Dama Joja, a bailarina flamenca que minha mãe trouxe de viagem da Europa. Claro que assim como as outras coisas que eram dela eu fiz aquele apelo emocional choroso do qual ela acabou cedendo ou eu não pararia de encher a paciência dela. Este souvenir de viagem me dá uma sensação de liberdade que eu não consigo explicar e que também é outro objetivo de vida: conhecer a Espanha.

Como podem ver, cada coisinha dessas têm um significado bem especial para mim. Pode não parecer grande coisa para quem lê isto, mas é muito importante para mim, tanto que os trato com muito cuidado e carinho.


Jornalista, mineira de Belo Horizonte, 30 anos e apaixonada por cinema, livros, música e fotografia. Não sou de muita conversa, pois prefiro me expressar através de textos. Nascida na era da internet, blogo desde 2008. Para saber mais sobre minha história clique em Autora.

12 thoughts on “6 on 6 – Junho 2017

    1. Oi Fe, que bom que você gostou.
      Fico feliz em dividir com as pessoas o que me inspira e meus sonhos. Quem sabe assim mais alguém também não se sinta incentivado a fazer o mesmo?

      Obrigada pela visita!

  1. Lindas as fotos, coisas simples e fofas que a gente guarda com tanto carinho, A Florzinha me fez lembrar um chaveiro que tive dela e ficava na minha mochila, mas caiu 🙁
    Queria ter comprado um bregueti das Olimpiadas mas tava tão caro que só fiquei com o copo.
    Parabens pelo post, as fotos ficaram lindas 🙂
    Bjs

    1. Menina eu também queria alguma coisa das olimpíadas, mas pelo mesmo motivo seu só pude me contentar com uma das moedas comemorativas de 1 real. Hehehehe
      Mas é bom a gente ter lembranças mesmo. Eu por exemplo estou guardando tudo que representa algo pra mim, não vou mais ficar naquela de ficar jogando fora ou me desfazendo. Podem me chamar de acumuladora ou o que quiser, tô nem ai!
      Obrigada pela visita 🙂

  2. Oi *.* seu blog é lindo. Minha agenda é da Evertop 🙂
    Eu amei tuas fotos, mas principalmente o Cristo Redentor, nunca fui acredita ? Quero muito ir. E te entendo perfeitamente sobre pegar emprestado sem tempo determinado, as coisas da sua mãe. Quando eu morava com a minha era a mesma coisa haha. Beijos

Deixe uma resposta