Hambúrguer de lentilha

Hambúrguer de lentilha

Esta é mais uma das receitas que desenvolvi para minha dieta sem carne que fiz nos meses de outubro e novembro.Se você não sabe do que estou falando, é só clicar neste link para se inteirar do assunto. Ao contrário de muitas pessoas, não pesquisei nenhuma receita na internet antes. Apenas peguei alguns elementos e fiz esta massa de hambúrguer de lentilha.

Sabia que precisaria repor a proteína animal que eu não estava ingerindo. Então nada melhor do que grãos como soja, lentilha e o grão de bico. Todos eu utilizo para fazer meus hambúrgueres que consumo durante o almoço e janta. A receita é muito simples e fácil de fazer. O que pode demorar mesmo é o processo de preparo para o armazenamento. Lembrando que toda a receita precisa ser proporcional com as medidas utilizadas. Para preparar a massa vamos precisar:

Ingredientes do hambúrguer de lentilha

– 250g de lentilha
– 250g de trigo para kibe
– Temperos verdes
– Meia cebola grande ou uma média inteira
– Sal a gosto
– Pimenta do reino a gosto
– Meia cenoura sem casca picada
– Meio pimentão picado
– Meia lata de ervilha
– Farinha de trigo branca (caso tenha intolerância a glúten use a integral)
– 4 colheres de sopa Azeite

Comece fervendo a lentilha por 30 minutos em fogo alto. Quando ela estiver pronta, escorra sua água o máximo que conseguir. Enquanto espera que ela fique seca, hidrate o trigo para kibe, deixando-o de molho na água até que ele cresça de tamanho. Depois é só escorrer e seca-lo bem torcendo-o num pano de prato. Isto fará que todo excesso de água saia.

Feito tudo isso, eu costumo utilizar um processador de alimentos nesta etapa, pois um liquidificador fará o processo ser mais demorado. Pois terá de ser feito em várias etapas. Mas caso não tenha o processador de alimentos, pode utilizar o liquidificador sem problemas.

Preparo da massa de hambúrguer de lentilha

No processador acrescente a lentilha e o trigo para kibe. Processe tudo até que uma massa homogênea se forme. Acrescente os temperos verdes, a cebola, o sal, pimenta, cenoura e pimentão picados em cubos. Processe tudo junto da massa novamente. Acrescente a ervilha e o azeite e bata até que tudo esteja perfeitamente misturado. A massa deve ficar completamente lisa e sem nenhum ingrediente inteiro. Meus hambúrgueres ficam com um acabamento extremamente liso.

 

Em um recipiente reserve toda a massa do processador e vá acrescentando aos poucos a farinha de trigo branca. Por ela conter glúten, a elasticidade de nossa massa na hora de formar os hambúrgueres será maior. No caso da farinha integral esta mesma elasticidade não será tão grande assim. Consequentemente renderá menos porções.

A ideia aqui não é apenas ser saudável, mas também ajudar na sua saúde financeira. Pois os ingredientes aqui usados são mais caros, portanto, tem que render. A farinha de trigo é quem ajudará o azeite a dar a liga em nossa massa. Fazendo com que eles não se despedacem na panela durante seu preparo.

Depois de acrescentar a farinha e você ver que a massa já não gruda tanto em sua mão, é só criar os bifes de hambúrgueres e deposita-los num tabuleiro. Após feito isso com toda a massa, leve-os ao congelador por no mínimo uma hora até endurecerem. Depois é só embalar ou guardar em uma vasilha hermeticamente fechada e congela-los. Agora temos nosso hambúrguer de lentilha livre de conservantes. Lembrando que seu período de congelamento dura até três meses e cada receita desta rende até 15 hambúrgueres.

Dicas extras

Eu tenho preferido fazer a versão desta receita reduzida. Sem adicionar o pimentão, cenoura e ervilha. Isto faz com que a massa fique mais crocante depois de pronta no prato. Outra coisa. Como eu não sou vegana e nem me considero vegetariana, tenho preferido usar um ovo de galinha no lugar do azeite. O que dá uma consistência bem melhor à massa. Mas ambas as receitas ficam deliciosas e eu aprovei todas. inclusive tenho comido mais desses hambúrgueres do que a carne animal.

Espero que tenham gostado destas dicas e que ajude quem precisa inventar novas receitas veganas para uma alimentação mais saudável.

Share

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: