Café Book – um cantinho literário

Café Book – um cantinho literário

Torta Holandesa: Imagem divulgação

Sabe aquele lugar que você passa todos os dias em frente quando vai para o serviço mas que nunca reparou direito? Que está ali no seu caminho mas que você só se dá conta que existe quando alguém saindo de lá tromba em você? Pois é, o Café Book é um destes lugares especiais que surgem, literalmente, do nada em nossas vidas.

Na maior parte das vezes eu faço sempre o mesmo caminho pra ir ao trabalho, como uma legítima mineira sistemática, passo do mesmo lado da calçada, no mesmo ritmo de passo e com a pressa de sempre. De repente, eis que uma senhora sai deste lugar, até então desconhecido, e tromba comigo. Minha reação? Ficar espantada com o que vejo pela frente: como assim, uma livraria que tem um café dentro, ou, um café que vende livros? Confuso, mas depois que a ficha caiu, os melhores pontos da cidade costumam ser meio que secreto sabe? Encontrar um café pequeno, charmoso e escondido no coração de BH é uma glória pra mim.

Conheci o Café Book (Rua Padre Rolim – 616) totalmente por acaso. Ontem foi a segunda vez que o visitei. O ambiente é super bem frequentado, tem wi-fi liberado pra clientes (uhuu), a variedade do cardápio é boa, tem um mini souvenir na livraria, tem livros de muitas categorias à venda e o melhor, servem cafés e tortas deliciosos! Não tem coisa melhor do que fazer seu horário de almoço bebendo um café expresso – que recomendo demais – neste friozinho gostoso de BH e ficar olhando as prateleiras de livros. Mas para quem precisa de um local tranquilo pra trabalhar off, pode levar o seu notebook e fazer da livraria café o seu QG de trabalho, ou simplesmente ficar de bobeira com os amigos batendo-papo.

O difícil de lá é se conter em provar dos quitutes maravilhosos servidos na lanchonete interna da cafeteria/livraria. Eu nem posso ficar aqui elogiando demais o lugar, se não vão achar que estou fazendo um publi-editorial (eu não recebi um só centavo ou produto por este post, o que consumi hoje foi tudo custeado com meu din din viu galera?), mas é que gostei tanto do lugar, ambiente e do atendimento nota 1000 que eu fico sem graça de não compartilhar isto com vocês. Pois já falei aqui que quando o atendimento ou produto não atende o prometido, eu tenho o dever de criticar, mas quando ele é correto e vai além do esperado eu tenho a obrigação de elogiar sim. Fica a dica para quem é de BH ou vem de fora, marquem seus encontros lá no Café Book!

Share

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: