Resenha: Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo

Resenha: Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo

O livro Como ser uma Parisiense em qualquer lugar do mundo é um guia de estilo de vida da mulher parisiense escrito por quatro garotas que decidiram colocar do ponto de vista delas como é ser uma parisiense, independente do lugar que você esteja.  Portanto são elas: Sophie Mas, Audrey Diwan, Caroline de Maigret e Anne Berest.

Capa do livro Como ser uma Parisiense em qualquer lugar do mundo

Como ser uma Parisiense segundo este livro?

Apesar de inúmeras referências que colecionamos ao longo de nossas vidas através de filmes franceses. Porém, este livro mudou completamente a minha percepção sobre os esteriótipos que aprendemos sobre a mulher parisiense. O livro faz um apanhado geral de comportamento, moda e gastronomia do ponto de vista delas. As quatro autoras colocaram suas opiniões neste livro sobre: como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo.

A intenção delas é mostrar que qualquer mulher pode ser uma parisiense em seu país. Não precisando necessariamente estar em Paris para isto. O livro aborda de forma bem humorada temas como:

  • Guia gastronômico;
  • Guia de estilo (parisiense é claro);
  • autoconhecimento;
  • manual de comportamento;
  • roteiro turístico;
  • dicas de beleza;
  • lifestyle.

Livre, leve, solta e parisiense

o livro tem uma série de listas que as autoras fizeram sobre os mais diferentes temas. A primeira fala sobre:

No capítulo “O que não entra no armário de uma parisiense” a gente se depara com um:

“Bolsa de marca falsificada. É que nem implante de silicone. Não é assim que supera um complexo”

Que é o mesmo que penso sobre falsificações que acostumamos ver por aí. Contudo, se você não tem condições de sustentar um certo luxo, pra que mentir e dizer que sim? Meu argumento para este tipo de comportamento é: as marcas de fast fashion estão com tantas referências boas, então, pra que comprar falsificada?

Agora temos um clássico em “A melhor verão de si mesma” que fala:

“É melhor aparentar a idade que se tem do que não aparentar idade nenhuma. Todo mundo já descobriu que cirurgia plástica demais acaba paradoxalmente tendo o efeito inverso.”

E assim, mais uma vez as autoras definiram em poucas palavras tudo o que penso sobre o assunto. Porém, sem julgar quem deseja fazer um procedimento por questões de saúde ou mesmo estético.

Ilustração do livro como ser uma parisiense Trechos do livro Como ser uma parisiense

Sobre como ser uma parisiense

O livro tem uma linguagem muito fácil, é dividido em cinco capítulos que abordam os seguintes temas:

  1. Grandes princípios;
  2. Reconheça seus maus hábitos;
  3. Cuide da aparência;
  4. Ouse amar;
  5. Conselhos parisienses.

Bastante divertido e muito instrutivo, Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo me ensinou várias lições de vida. Uma delas é de que se eu não me amar e aceitar como sou, tudo o que eu fizer por fora será em vão. Entretanto, isto pode parecer muito clichê isso, mas é a pura verdade.

A autenticidade e espontaneidade são elementos fundamentais que também notei neste livro. Este é definitivamente o material mais completo sobre estilo de vida urbano que já li. Porém, mesmo que seja um conteúdo mais descontraído e “informal”, acredito que o livro possa servir como um trampolim da autoestima de muitas garotas por aí.

Além disso é sempre bom ter um livro como este por perto, pois sempre que a dúvida ou insegurança bater sobre qualquer coisa, é só abrir e ler. Não importa sua idade ou qual momento está passando pela vida. Contudo, sempre que precisar de um conselho de amigas, não hesite em abrir e lê-lo.

E aí, o que você achou desta resenha? Já leu o livro? Deixe nos comentários as suas impressões sobre “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo” e ajude outros leitores a decidir melhor sua compra!

Share

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: