Fotografando num domingo no parque

Fotografando num domingo no parque

Fotografando em pleno domando é algo não muito habitual para mim. Apenas porque aos domingos costumo ficar totalmente quieta em casa. Além de ser um dia em que os parques geralmente estão lotados demais. Mas para variar em minha rotina, decidi que este seria o dia para testar a minha 24-105mm. Apenas ela e nada mais. E não é que o resultado foi maravilhoso? Superou totalmente minhas expectativas ao ver os resultados das fotos feitas com ela. Já mencionei neste post o motivo pelo qual optei em comprar esta lente prime da Canon. E pelo visto, foi a melhor aquisição do ano na minha opinião.

A experiência foi incrível. Apesar de não estar tão inspirada assim para fotografar, fiz algumas fotos que me deixaram orgulhosa. Só fui perceber isto quando cheguei em casa e editei as fotos. Que aliás, não editei tanto assim as fotos. Diga-se de passagem. Se antes eu fotografava apenas em RAW, neste dia voltei a fazer só em JPG e fui muito feliz. Com lente e câmeras novas e um ambiente não controlado, saiu tudo além do esperado. O dia estava com sol, mas muitas vezes fui traída pela luz. Foi assim que pude colocar em prática técnicas que eu havia estudado. Uma pena eu só ter me esquecido de anotar os nomes dos donos dos cachorros que pousaram pra mim.

Fotografando catioros super fotogênicos

Read more

Resenha – Óleo de Reparação Pinga

Há muito tempo antes de a marca Lola Cosmetics ficar famosa no stream das grandes blogueiras, eu já usava os produtos da marca. Aliás, o descobri numa dessas minhas caças à produtos que realmente pudessem regenerar meus fios de cabelo. Na ocasião eu havia descolorido e feito mechas no cabelo, sim por algum tempo fui loira. Só que procedimentos como estes custam caro para a saúde dos fios. Foi ai que descobri num quiosque no shopping Boulevard aqui em BH os produtos da Lola. Com embalagens fofas e super descoladas a moça me recomendou dois produtos para ajudar na restauração do meu cabelo: o Dream Cream para nutrir e este óleo de reparação Pinga, de reparação. Que pode ser usado nos fios molhados antes do secador e chapinha como após, para finalização.

Confesso que fiquei com um pé atrás, já que meu cabelo estava tão destruído que eu achava que para recuperá-lo seria apenas cortando e deixando-o crescer novamente. Eu estava errada. Antes de dar meu parecer, vou colocar a descrição do produto que está na embalagem:

óleo de reparação Pinga

Óleo de reparação Pinga: descrição do produto

Pinga na máscara, pinga no creme, pinga na palma da mão. Óleos de reparação multifuncionais indicados para todos os tipos de cabelo. Contém fator de proteção UV e proteção térmica.

Pinga Açaí & Pracaxi

Um tratamento profundamente nutritivo que pode ser usado como protetor da cor e dos danos ambientais ou para reparar pontas duplas. Formulado com óleos vegetais orgânicos, previne o desbotamento da cor, reduz o frizz e confere brilho intenso

óleo de reparação Pinga

óleo de reparação Pinga

O que eu achei do óleo de reparação Pinga

Bom, a descrição no site deles realmente não faz jus ao potencial do produto. Além do cheiro delicioso que ele tem, meio adocicado, percebi que a medida em que eu o utilizei a longo prazo os resultados excederam minhas expectativas. Ele não deixa o cabelo pesado, é absorvido rapidamente pelos fios e os deixa bastante macios. No início do tratamento eu o utilizava no cabelo molhado, antes de usar o secador, e depois como finalizador, para selar as pontas e diminuir o aspecto ressecado. Hoje o aplico apenas depois de já ter secado o cabelo.

Tenho que confessar que não botava fé neste produto. Já que eu havia testado inúmeros produtos similares e nenhum deles consegui me satisfazer. A maioria deles deixavam meu cabelo com um aspecto seboso e sujo. Sem falar no cheiro forte que eles tinham. O que é mais um ponto positivo para o óleo de reparação Pinga, que apesar do cheiro doce, ele não incomoda em nada. A única reclamação que eu tenho sobre este produto é em relação à quantidade. 55ml é pouco demais. Eu que lavo o cabelo uma vez por semana o pote só dura uns três meses, imagine quem lava todo dia ou dia sim e dia não?

óleo de reparação Pinga

Bom, estas foram as minhas considerações sobre este produto milagroso que salvou meus fios. Só gostaria de alertá-los de uma coisa: o produto agora pode ser encontrado em vários pontos de vendas como farmácias e lojas online como Beleza na Web. Mas pesquisem bem antes porque os preços têm variado muito. Ná época em que descobri o produto ele não custava mais do que R$22. Hoje já vi o mesmo em torno de R$35 até R$40 reais. Pesquisem antes e façam um bom proveito!

Sete dias com Marilyn Monroe e o papel de uma personagem

Sete dias com Marilyn

Muita gente acredita que as adaptações cinematográficas jamais serão como as obras impressas que as deram origem. Concordo, mas em parte. Eu também acreditava nisso até assistir à adaptação do best seller de Colin Clark contando justamente o que aconteceu neste breve momento de sua vida, quando teve a oportunidade de viver e conviver com a maior celebridade do cinema de sua geração: Marilyn Monroe. Em Sete dias com Marilyn é um apanhado de fatos e memórias registradas pelo próprio Colin quando ainda era um jovem aspirante a diretor de cinema na função de auxiliar de filmagens do longa “O Príncipe Encantado” quando teve seu primeiro contato com Marilyn, que nesta obra foi interpretada por ninguém menos que Michelle Williams.

Marilyn Monroe em outra perspectiva da narrativa

A atuação de Michelle é tão impressionante que merece uma menção à parte neste texto. Já vi muitos filmes retratando a vida de famosos como Lady Di, Rainha Elizabeth II, Maysa e muitos outros. Já que a maioria de outras poduções biográficas, as obras contaram com os personagens reais. No entanto nunca vi uma atriz encarnar o personagem tão bem como Michelle Williams com Marilyn. A caracterização física é tão assustadora que em certos momentos cheguei a duvidar de que era uma atriz interpretando Marilyn. Juro que eu realmente acreditei que era a própria ali diante da tela.

A temática do filme possui uma delicadeza incrível ao narrar fatos íntimos da atriz. Esta é uma obra totalmente construída a partir do ponto de vista do narrador. O filme conseguiu traduzir de um modo muito coerente a obra original que é em livro. Deixando-me apenas uma queixa com relação ao roteiro: achei muito vazia a construção do papel da personagem. Por exemplo, em momentos que se destacavam suas fragilidades de Marilyn. Acredito que faltou um pouco explorar o lado mais genial e fulgaz da atriz do que simplesmente coloca-la em situações de vulnerabilidade, pois se tem uma coisa que a verdadeira Marilyn fazia questão era de deixar suas fraquezas longe dos olhos de curiosos e do grande público. E o fazia muito bem.

Marilyn Monroe filme

O filme de Marilyn Monroe  e seus aspectos negativos

No entanto, eu como sempre, tenho que destacar sempre a parte visual da coisa. Pois é disto que o cinema também trata não? O figurino estava impecavelmente tão perfeito quanto a escolha dos atores para seus respectivos papeis. Devo pedir uma salva de palmas em especial também aos diretores Simon Curtis e Ben Smithard por suas proficiência.

Sete dias com Marilyn é aquele tipo de filme que eu assisto sem grandes expectativas. Mas que em um aspecto ou outro acabam me surpreendendo bastante de forma positiva. Recomendo o filme para todos que, assim como eu, são fãs incondicionais de Marilyn, gostam de uma história sem muitos suspenses ou grandes tramas ou querem um filme apenas para descontrair. Garanto que, mesmo você que não é um fã de Marilyn Monroe, você acabará com uma imensa vontade de assistir tudo o que ela já produziu em vida, seja em filmes, fotografias ou mesmo suas poesias!

Marilyn Monroe Pôster